5 lições das escolas de samba do Grupo A para empreendedores

postado em: assessoria, eventos | 0

Luiza Xavier

Elas são as primeiras a desfilar e as últimas a ter os votos apurados. Trabalham o ano inteiro lutando pela vaga no Grupo Especial ou para, pelo menos, permanecer onde estão – no segundo grupo, chamado agora de Grupo A. Não têm muito dinheiro nem recebem tanta atenção da mídia, nem mesmo no Rio de Janeiro, onde o carnaval é assunto que extrapola os dias de folia e desfile no Sambódromo. Mas sabem que isso faz parte do jogo. Por isso mesmo, quem é empreendedor, especialmente aquele que está começando, tem algo a aprender com elas.

1 – Confiança em si mesmo e no que faz

Mesmo não estando entre as grandes, essas escolas têm fãs e gente que as incentivam a seguir em frente. Identificar pessoas assim à sua volta pode ser importante para começar ou continuar um negócio.

2 – Organização e trabalho em equipe

Ser pequeno ou médio não é desculpa para deixar de lado o ritmo e a harmonia. Todos, menores e maiores, querem o mesmo: obter um bom resultado e alcançar a meta.

3 – Ser criativo em qualquer circunstância

As escolas (e as empresas) tradicionais e famosas podem até servir de inspiração, mas, mesmo as menores têm de criar o próprio enredo para competir. Copiar ideias não vale.

4 – Estar pronto para improvisar

O carro quebrou na entrada da avenida? Faltaram componentes em duas alas? A rainha de bateria caiu em frente aos jurados? Se não for possível consertar as coisas durante o caminho, respire fundo, sorria e siga até o fim. Nunca vi escola desistir e voltar para a concentração. Feias ou bonitas todas chegam à Apoteose.

5 – Manter o foco e recomeçar

Depois dos votos apurados, a campeã é anunciada. Não é a sua escola. Algumas lágrimas caem, afinal, somos humanos. Mas, a vida continua. E carnaval (assim como oportunidade) tem todo ano. Então, é juntar o pessoal, voltar para o barracão e começar a trabalhar no próximo enredo (projeto, produto, serviço). Que venha 2017!

(Publicado em dezembro de 2016 no Linkedin)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *